Connect with us

Politica

Processo do Supremo é “novo filme da justiça angolana”, responde deputado Nuno Dala

Published

on

O deputado Nuno Álvaro Dala referiu-se ao processo do Tribunal Supremo contra si como o “novo filme da justiça angolana”.

Na resposta a um internauta na sua publicação nas redes sociais, Nuno Dala sustenta que “ressuscitaram um processo de 2021, aberto por um procurador depois de ter publicado, em 2020, um extenso dossier sobre corrupção e conspirações na Procuradoria-Geral da República”.

“Joel Leonardo pede à Assembleia Nacional a retirada das minhas imunidades para ser julgado”, escreveu, citando o nome do presidente do Tribunal Supremo.

Ontem, o TS confirmou ter enviado à Assembleia Nacional um pedido de levantamento das imunidades de Nuno Álvaro Dala, para responder por crimes contra a honra.

O caso remonta ao ano de 2020, antes de ter sido eleito. O agora deputado da UNITA terá feito acusações contra o Procurador-geral adjunto da República, Beato Paulo, pelas quais foi constituído arguido.

O porta-voz do Tribunal Supremo, Leandro Lopes, disse que existe na Câmara Criminal do Supremo um processo contra o deputado, “e importa que lhe sejam retiradas as imunidades para comparecer em juízo”.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.