Connect with us

Mundo

Príncipes sauditas são presos por protestarem contra austeridade

Príncipes, cujas identidades não foram reveladas, protestaram depois que as autoridades decidiram não pagar mais as contas de eletricidade e água para eles

Published

on

Onze príncipes sauditas foram presos e podem ser julgados depois de protestarem perto de um palácio real em Riad contra medidas econômicas que reduzem seus benefícios, informou neste sábado o site Sabq, veículo de comunicação próximo ao governo. Os príncipes, que não tiveram suas identidades reveladas, protestaram depois que as autoridades decidiram não pagar mais as contas de eletricidade e água para eles, que são muito numerosos na Arábia Saudita.

Reunidos perto de um palácio real na capital saudita, também exigiam uma “compensação financeira” após a condenação judicial de “um de seus primos”, explicou o site, sem fornecer mais detalhes. Os príncipes, que se recusaram a obedecer as ordens das forças de segurança, foram levados para uma prisão de segurança máxima na capital.

A Arábia Saudita, o maior exportador de petróleo do mundo, introduziu, desde a queda dos preços do petróleo em 2014, uma série de medidas de austeridade, afetando a família reinante, a fim de limitar seu déficit orçamentário.

O rei Salman bin Abdulaziz Al Saud, no entanto, promulgou neste sábado um decreto aumentando certos benefícios para amortizar o impacto de algumas dessas medidas, como a introdução este ano de um imposto sobre o valor agregado.

O reino tem procurado diversificar sua economia para torná-la menos dependente do petróleo e quer atrair investidores internacionais.

Em novembro, mais de 200 personalidades influentes, incluindo membros da família real, foram presas a pedido do príncipe herdeiro, Mohammad bin Salman, em uma operação sem precedentes apresentada como uma campanha anticorrupção.

AFP

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas