Connect with us

Desporto

Primeiro angolano na NBA cria Fundação Bruno Fernando

Published

on

O jovem angolano, Bruno Fernando, a evoluir na maior liga de basquetebol do mundo, a NBA, apresentou nesta quinta-feira, em Luanda, a sua fundação, com o objectivo de ajudar aos angolanos e desenvolver o país, apostando em três pilares que considera essenciais e que através das quais quer ajudar para a melhoria da qualidade de vida das pessoas mais carenciadas a nível das comunidades.

Educação, saúde e desporto são os três pilares através dos quais a Fundação Bruno Fernando se propõe a promover a integração social de crianças, adolescentes, jovens e respectivas famílias que se encontrem em situação de vulnerabilidade, ampliando as suas oportunidades, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das comunidades mais carenciadas.

Para a materialização da missão da Fundação definiu um conjunto de acções de promoção da inclusão social, na educação e na prática de actividades desportivas, fomento de parcerias locais e internacionais para criação de projectos que promovam e apoiem o desenvolvimento social das comunidades locais, bem como a angariação de fundos que apoiem o financiamento de projectos próprios, dirigidos a estes beneficiários, no âmbito dos três pilares apresentados.

“Com apenas uma bola na mão e um sonho me foquei no basquetebol e deste sonho nasceu um outro, que é de fazer melhor para ajudar as pessoas, para que o nosso país possa continuar a crescer, para as crianças continuarem a sonhar”, disse, acrescentando que “é fácil sonhar, difícil é acreditar em realizar o sonho”, tendo advogado a necessidade de se apoiar as pessoas que lutam para ter uma vida melhor.

A nível do desporto a Fundação Bruno Fernando pretende apostar na massificação da prática desportiva nas comunidades e promover acções de caça talento, para tirar do anonimato os praticantes das várias modalidades desportivas.

Na saúde, estão a ser firmadas parceria com agentes nacionais e internacionais, no sentido de apoiar no combate as grandes endemias, com destaque para a malária, para a qual pretendem distribuir mosquiteiros, bem como a disponibilização de testes de malária.

Para o pilar da Educação, segundo Diandra Vaal Neto, porta-voz do atleta, a fundação vai, numa primeira fase apoiar as iniciativas e projectos já existentes e que concorrem para a massificação e oferta de maiores oportunidades de ensino a nível das comunidades mais longínquas do país.

Para a materialização de todas as acções enquadradas nos planos contido nos três pilares, a fundação começa pela criação de uma base de dados dos projectos e iniciativas já existentes e que concorrem para a promoção do bem-estar das pessoas.

 Além da Federação Angolana de Basquetebol, a Fundação Bruno Fernando já tem apoio de várias entidades, entre nacionais e internacionais, com destaque para a chance 1´s life, a mark sport, da National Basketball Players Association Foundation, da própria NBA e de vários Atletas daquele que é a maior liga de basquetebol do mundo.

Apesar disso, mostra-se aberta a novos membros, entre voluntários e parceiros, para fazer cumprir com a missão a que se propõe.

A criação da Fundação Bruno Fernandes é um projecto que nasceu antes mesmo de o atleta angolano ser admitido na NBA. Concretizado que está este sonho, o jovem angolano tem uma frase com a qual se guia para servir de luz aos que almejam novos rumos às suas vidas: “Nunca devemos esquecer-nos qual é a nossa origem. Existem muitas pessoas com a vontade de sonhar, e se existir uma possibilidade, um propósito, haverá uma nova oportunidade para se acreditar”.

Bruno Fernando é um jovem angolano que iniciou a sua carreira como jogador de basquetebol no Clube 1º de Agosto. O desempenho excepcional que teve durante o Campeonato Mundial de Basquetebol Sub-17 de 2014, ao serviço da Selecção Angolana, despertou a atenção de olheiros americanos, tendo sido convidado a prosseguir a sua formação nos Estado Unidos da América. Bruno Fernando aceitou o desafio e elegeu a Universidade de Maryland para continuar o seu caminho, tornando-se assim, no primeiro angolano a ser admitido na NBA.

Continue Reading
4 Comments

4 Comments

  1. Victor Bernardo

    31/07/2021 at 9:58 am

    Desejo muita força e coragem para prosseguir com este sonho. Deus está do seu lado, aquele que tira de si para dar aos outros têm com certeza a proteção de Deus, parabéns pela iniciativa…

  2. Kota Pires

    31/07/2021 at 10:11 am

    Tenho orgulho deste Angolano.
    Ele têm coração e cérebro humano, raro nos africanos.
    Se todos os dirigentes que se dizem angolanos tivessem esse tipo de mentalidade, angola seria um país melhor para se viver, quiçá desenvolvido.

    HAJAM MAIS BRUNOS FERNANDOS NESTA NOSSA ANGOLA….

  3. Mário Jorge Paim Arsénio Gonçalves

    31/07/2021 at 12:26 pm

    Bom dia Fundação de Bruno Fernando.
    Que os nossos representantes,seja pessoas sérias nada de erros? Espírito,
    de DEUS.E para abrir escola para aprende a ler condições predadores bem preparado. Ter um boa limentação iogurte com pão de leite. Angola tem bons jogadores que dá para jogar qualquer parte do mundo, abre os vossos olhos?

  4. Lions Clube Angola (Luanda Bolingo & Palancas Negras)

    31/07/2021 at 6:41 pm

    Boa noite correio Kianda. Somos O Lions Clube Angola; uma ONG filantrópica com sede nos estados unidos. Temos um projecto educacional importante e precisamos da vossa ajuda para entrarmos em contacto com a Fundação Bruno Fernandes.

    Bom dia! Nós Lions Club Luanda Bolingo/ Lions Club Angola, vimos pela presente solicitar um pedido de Parceria à vossa fundação. A nossa instituição é uma O.N.G pertencente ao Lions Club Internacional. O nosso Club tem como objectivos: 1) A luta contra o Diabete; 2) O luta contra o Cancro Infantil; 3) A luta contra a fome; 4) A proteção da saúde Visual; 5) A protecção do Ambiente 6) A educação. O sétimo objectivo acrescentado é a luta contra a Covid-19, esta pandemia que assolou o mundo. Temos realizado muitas atividades filantrópicas em cada área e sobre tudo na luta contra a covid-19, apoiando as famílias mais carentes com produtos alimentares, máscaras, e não só…

    A covid-19 agravou a crise que a Angola tinha, deixando várias famílias numa miséria profunda. O regresso as aulas foi realizado no mês de Outubro de 2020, mas há alunos cujos pais não conseguem comprar materiais escolares por falta de meios financeiros. Portanto alguns desses alunos são competentes e têm vontade de estudar.

    O Lions Club Angola tem um projecto de Génios em Crescimento ; de carácter filantrópico e ao mesmo tempo intelectual e cultural.

    O projecto vai opôr várias escolas Secundárias de Luanda na primeira edição. E cada escola escolhera 6 representantes.

    No final, esses alunos receberão materiais escolares, bolsas de estudo, cheques e outros prémios. Se forem interessados com o projecto, poderemos discutir a cerca disso. Este projecto criará um incentivo culturo-intelectual aos alunos.

    Para mais informações, a representação da Unesco em Angola acompanhará o projeto de Génios em Crescimento.

    A competição começará no final do ano 2021 segundo as previsões mas tudo dependerá da evolução da Pandemia Covid-19 em Angola. Será pela primeira vez que haja uma competição de Génios em Crescimento em Angola. Este projecto permitirá que façamos a publicidade da sua empresa, produtos e serviços.
    Além da publicidade televisiva dos parceiros, haverá outros ganhos que vamos explicar.

    A maioria dos concursos que temos é na área da música e da dança esquecendo alguns génios que temos intelectualmente e na área de cultura geral.

    Caso manifestarem o interesse, podemos chegar à vossa sede para entregarmos uma carta oficial e entrarmos em contacto por vias legais.

    Sem nenhum outro assunto de momento, recebam as nossas saudações

    O secretário

    Kukanda Agostinho

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (13)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (88)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (21)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2021 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD