Connect with us

Politica

Primeira-dama da República defende empoderamento das mulheres na governação local

Published

on

Arrancou nesta quinta-feira, 21, em Luanda, o primeiro seminário sob o lema “Mulher Líder na Governação Local, Mais Inclusão, Melhores Resultados”. O certame conta com prelectoras nacionais e internacionais, que abordam em três painéis, temas como Orçamento Sensível ao Género como Instrumento de Desenvolvimento Local, Perspectiva Nacional e Internacional entre várias outras experiencias de liderança de mulheres.

O acto de abertura coube a Primeira-dama da República. Na ocasião, Ana Dias Lourenço disse que “ergue a sua voz para desafiar os presentes para uma acção mais determinada em prol do empoderamento feminino na governação local”.

Ana Dias Lourenço “manifestou o seu compromisso de tudo fazer para eliminar as barreiras que persistem em termos de oportunidades para as mulheres nos mais variados sectores da sociedade angolana”.

A Primeira-dama da República garantiu que “as diferentes formas de violência e de abusos contra as mulheres e a limitação do acesso a educação serão superadas através da resiliência e solidariedade”.

Na ocasião, o Ministro da Administração do Território, Dionísio da Fonseca, reconheceu que nas comunidades, as mulheres têm um papel reservado para a actividade doméstica, mas destacou “o papel de muitas mulheres heroínas e inspiradoras, exemplos de muitas mulheres presentes no certame que contribuem na defesa da pátria, e no desenvolvimento socioeconómico do país”.

O seminário junta mulheres de África e de outros cantos do mundo que partilham as suas experiências. Enquadra-se no Plano Anual de Actividades do Ministério da Administração do Território e decorre em parceria com a União Europeia (UE), através do Projecto de Apoio à Sociedade Civil e à Administração Local.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.