Connect with us

Mundo

Presidente Ruto inclina-se aos manifestantes e manda retirar lei orçamental no Quénia

Published

on

O Presidente do Quénia, William Ruto, anunciou, hoje, a retirada do projecto de lei orçamental que continha aumentos e a aplicação de novos impostos, desencadeando fortes protestos com consequências mortais no país.

Segundo a Comissão Nacional dos Direitos Humanos do Quénia, depois de ouvir atentamente o povo queniano, que disse alto e em bom som, que não quer ter nada a ver com esta Lei das Finanças 2024; “inclino a minha cabeça e não promulgarei a Lei das Finanças 2024, que será, portanto, retirada”, disse William Ruto num discurso, após um dia de fortes protestos contra a lei, que fez 22 mortos.

“Após a aprovação do projecto de lei, o país assistiu a uma expressão generalizada de insatisfação com a lei, tal como foi aprovada, o que infelizmente levou à perda de vidas e à destruição de bens”, acrescentou o Presidente.

A votação de terça-feira do projecto de lei no parlamento, provocou a ira dos manifestantes reunidos nas proximidades, em Nairobi, para o terceiro dia de protestos contra o projecto de lei.

A multidão invadiu o parlamento, saqueou e incendiou vários edifícios, num ataque sem precedentes na história da independência do país, desde 1963.

O Presidente apelou à realização de uma consulta nacional.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *