Connect with us

Politica

Presidente do BD convida João Lourenço a informar-se melhor sobre a gênese da Frente Patriótica

Published

on

Depois do líder da UNITA, Adalberto Costa Júnior, ter respondido o Presidente da República João Lourenço, após este ter levantado duvidas sobre a gênese da criação da Frente Patriótica Unida da oposição, que agrega figuras políticas da UNITA, projecto político PRA-JA, Bloco Democrático e de individualidades da sociedade civil, desta vez, veio em defesa da FPU, o presidente do Bloco Democrático Filomeno Vieira Lopes, que começou por dizer que o Chefe de Estado devia ser o garante da constituição e das leis, e o convidou a informar-se melhor sobre a frente.

O também economista que ocupa a terceira posição na composição da FPU, disse que  João Lourenço foi infeliz, em fazer um pronunciamento pejorativo porque dispiu-se da condição do Presidente da República e se colocou na condição de presidente de um partido, e se quer saber mais sobre o assunto deve se informar melhor.

”Nós temos uma proclamação que está bem clara e que define inclusive a reforma do próprio Estado”, disse.

O principal responsável político do Bloco Democrático lembrou ao Chefe do Estado, assim como nos demais países, a coligação da oposição para formar governo visa fortalecer a democracia do país e não tem nada a ver com impotência de um ou de outro partido. Tem a ver com a compreensão que os partidos têm para trabalhar unidos para bem do país.

Filomeno vieira Lopes, garantiu caso a FPU vença as próximas eleições agendadas para o mês de Agosto e obter a maior qualificada, uma das prioridades do governo de agregação, será a reforma do Estado que passa pela revisão da Constituição da República.

O político frisou que o país tem uma constituição da republica que não serve o povo Angolano e que deve ser repudiado, por isso, a necessidade efectivamente de alterá-lo para bem do nosso processo democrático e para bem do nosso país.

Colunistas