Connect with us

Partidos Politicos

Presidente da UNITA reconhece “papel preponderante da juventude” nas últimas eleições gerais do país

Published

on

O presidente da UNITA e deputado, Adalberto Costa Júnior, felicitou este sábado, 10, em Viana, a juventude angolana, em particular da juventude do seu partido, pela sua participação e desempenho ao longo do período eleitoral, tendo os considerado como “os grandes protagonistas” do pleito.

Adalberto Costa Júnior fez estas declarações durante o seu discurso de abertura da III reunião do Comité Nacional da JURA, que está a ser realizado em Viana, Luanda.

O líder da UNITA disse que “indiscutivelmente foram sempre os jovens que responderam aos desafios essenciais das nossas sociedades, bem como foi em época de resistência”, recordando no período da formação da UNITA.

O político frisou que na campanha eleitoral para as eleições de 24 de Agosto último foi a juventude a grande mobilizadora, enchendo as ruas nos comícios e outras dinâmicas de todos os momentos em que ocorreram naquele período.

Adalberto falando para juventude do seu partido, alertou para as lideranças do país, colocarem nas suas agendas prioritárias a juventude, “face a realidade dramática no nosso país pelo que passam os jovens”.

“A juventude angolana se debate com problemas de todo tipo, daí que devem ser abraçados e resolvidos com maiores prioridades, desde o nascimento, a garantia de um crescimento saudável, e de garantir que este período não condicione uma vida de sucesso”, afirmou.

O político dos “Maninhos” reitera que em Angola continua a ter um problema dramático de garantir alimentação nas famílias, nas crianças e em nível do país.

ACJ destaca que “para que tenhamos uma juventude pulsante devemos cuidar toda estas etapas”.

De acordo com o deputado, foi constatado que a este nível não esta ganho, sublinhou que “devemos ser humildes para reconhecer que não está ganho”.

“os jovens hoje mais do que nunca, se não forem dotados de conhecimentos tecnológicos estão excluídos da humanização num momento exigente e num mundo global que temos hoje”, finalizou.