Connect with us

Politica

Presidente da República quer cimeira entre SADC e MERCOSUL

Published

on

O Presidente da República, João Lourenço, defendeu, ontem, sexta-feira, 25, em Luanda a realização de uma cimeira entre a SADC e o Mercosul, as quais os dois chefes de Estados presidem, actualmente, de forma rotativa, os respectivos blocos continentais.

A intenção do Presidente da República é aproveitar o facto de Angola e Brasil estarem a liderar a presidência rotativa dos respectivos blocos económicos continentais.

Para João Lourenço, esse encontro pode ser uma oportunidade para os dois blocos promoverem a cooperação entre os países membros e a busca de soluções para problemas diversos.

De acordo com o chefe de Estado angolano, as alterações climáticas são um dos vários problemas que podem ser debatidos no fórum entre os países da região Sul dos continentes africano e americano.

João Lourenço falava nesta sexta, em Luanda, durante o fórum económico entre empresários de Angola e do Brasil, no quadro da visita que Luís Inácio Lula da Silva efectuou, durante dois dias a Angola.

A SADC (sigla em inglês), criada em 1992,  é a comunidade de Desenvolvimento da África Austral, da qual fazem parte 16 países da região sul de África, nomeadamente, Angola, Botswana, Comores, República Democrática do Congo, eSwatini, Lesoto, Madagáscar, Malawi, Maurícias, Moçambique, Namíbia, Seychelles, África do Sul, República Unida Tanzânia, Zâmbia e Zimbabwe.

No capítulo económico, a SADC possui um PIB de 470 bilhões de dólares e uma população estimada em 210 milhões de habitantes.

Já a Mercosul (Mercado Comum Sul) é o bloco económico formado por cinco países latino-americanos.

Argentina,  Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela são os países-membros, ao passo que a Bolívia, o Chile, a Colômbia, o Equador, a Guiana, o Peru e o Suriname são países-associados deste bloco económico regional.

Criando em Março de 1991, o Mercosul tem um PIB de mais de 2,8 trilhões de dólares.