Connect with us

Politica

Presidente da República defende reforço da economia santomense para benefíciar cooperação com Angola

Published

on

O Presidente da Reública, João Lourenço, defendeu, nesta segunda-feira, em Luanda, o reforço das potencialidades em vários domínios económicos de São Tomé e Príncipe para benefíciar no futuro, a cooperação com Angola.

O Chefe de estado discursava na cerimónia de recepção do seu homólogo santomense, Carlos Vila Nova, que se encontra no país para uma visita de estado.

“A República de Angola e a República Democrática de São Tomé e Príncipe possuem capacidades em diversos domínios da economia, que devem ser potenciadas para que se possa colher os melhores benefícios da cooperação que vier a ser desenvolvida em tais domínios, que resultarão seguramente em vantagens recíprocas significativas”, considerou.

 Para João Lourenço, a visita de Vossa do estadista do arquipélago à Luanda  representa “uma grande oportunidade” para se encontrar a melhor forma de impulsionar “com sentido prático todas as iniciativas existentes, que visam a inauguração de uma nova era na parceria entre os nossos Estados, tornando a nossa cooperação cada vez mais ampla e diversificada”.

Advogou a necessidade de se trabalhar para a criação de um novo quadro de cooperação e intercâmbio, que privilegie as relações de Estado a Estado, e que transcendam as diferentes sensibilidades políticas ou de outra natureza, para superar os obstáculos do passado.

Entretanto, o chefe de Estado angolano reconheceu que apesar dos mais variados acordos, memorandos e protocolos já assinados entre os dois países os níveis de cooperação económica e o intercâmbio empresarial esstão ainda abaixo do desejado, tendo em conta o potencial existente entre os nossos dois dois Estados.

“Por isso, é do interesse da República de Angola que trabalhemos de forma conjunta para se encontrarem os caminhos que nos levam à construção de uma base política e de cooperação sólidas, assente na convergência de interesses e na complementaridade das capacidades de ambos, que gere factores de estabilidade influenciadores do desenvolvimento e do bem-estar dos nossos povos”, referiu.

As relações de cooperação bilateral entre a República de Angola e a República de São Tomé e Príncipe assentes no Acordo Geral de Amizade e de Cooperação, datam 19 de Fevereiro de 1978.