Connect with us

Eleições 2022

Presidente da FNLA exorta delegados para uma maior vigilância

Published

on

Os delegados de lista indicados pela Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) devem estar vigilantes, no dia 24 de Agosto, exortou, esta quarta-feira, no município do Kuimba, província do Zaire, o presidente do partido, Nimi a Simbi.

O cabeça-de-lista da FNLA às eleições gerais falava perante os militantes, amigos e simpatizantes, num comício realizado no bairro Álvaro Buta (Kuimba), a cerca de 62 quilómetros de Mbanza Kongo.”Os delegados de lista devem fazer tudo para mostrar como proceder no momento de votação”, exortou Nimi a Simbi.

Depois de ter aberto a campanha na cidade Mbanza Kongo na terça-feira, 2, apresentou, também, aos militantes, amigos e simpatizantes da FNLA e potenciais eleitores do município do Kuimba o  seu projecto de governo para 2022/2027, contendo quatro eixos nomeadamente, Agricultura, Saúde, Educação e Segurança Pública.

Quanto à consolidação da unidade e coesão da FNLA, Nimi a Simbi aconselhou os militantes a trabalharem de forma firme para que aquela histórica força política possa reaver o seu lugar. “A FNLA voltou a engrandecer os feitos do fundador Holden Álvaro Roberto. Os conflitos internos não podem acontecer mais”, acrescentou.

Os militantes do município do Kuimba acreditam nas capacidades da FNLA, uma vez que o seu candidato tem requisitos aceitáveis para melhorar a vida dos angolanos, através da resolução dos graves problemas que afectam a população.

Ernesto Veloso, 28 anos, acredita que o presidente da FNLA vai “levantar” o espírito daquele partido que o norteou entre 1961 e 1974 e conquistar maior número de deputados.

Para a outra militante da FNLA, no município do Kuimba, Maria Pedro, 25 anos, a visita do presidente Nimi a Simbi àquela região vai fortalecer e incentivar mais os correligionários e a população em geral, para votarem no “4”.

O candidato da FNLA trabalha, hoje, no município do Nzeto, onde realiza uma marcha e conversa com potenciais eleitores, antes de regressar a Luanda e continuar a digressão pelo país no âmbito da campanha eleitoral.

C/JA

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.