Connect with us

Futebol Africano

Presidente da CAF quer ver uma selecção africana sagrar-se Campeã mundial

Published

on

O presidente da Confederação Africana de Futebol (CAF), Patrice Motsepe, reafirmou, em Moçambique, a sua intenção de fazer de pelo menos uma selecção africana campeã mundial de futebol. O dirigente africano esteve naquele país lusófono, para o lançamento da primeira edição do Campeonato Interescolar de futebol continental.

A reafirmação do presidente da CAF, o sul-africano Patrice Motsepe, foi na última terça-feira, em Maputo, quando voltou a manifestar a vontade de ver a África a tornar-se num dos maiores centros do futebol mundial, tal como noticiou na sua edição matinal desta sexta-feira, a RFI.

“Parte dos objectivos do desenvolvimento do futebol em África é trabalhar que uma nação africana vença o Campeonato Mundial de Futebol”, disse Patrice Motsepe.

O presidente da CAF esteve em Moçambique para fazer o lançamento oficial da edição deste ano do Torneio inter-escolar de futebol Afticano.

Para este projecto, por via da fundação, Motsepe, o presidente sul-africano da CAF, investiu 10 milhões de dólares.

O antigo número um do clube sul-africano, Mamelodi Sundowns, pediu para que os africanos não exijam resultados imediatos e deixa uma promessa:

“Posso assegurar-vos que este país, Moçambique, país que já produziu dos melhores jogadores africanos, no meio destes meninos e meninas, que hoje estão aqui e outros que não estão aqui, vão tornar-se jogadores de classe mundial”, garantiu Motsepe.

À margem da cerimónia de lançamento do Torneio Inter-escolar de Futebol Africano, Patrice Motsepe interagiu, em Pemba, norte do país, com parte de crianças deslocadas do conflito armando à Norte da Província de Cabo Delgado.

Por via sua fundação, o sul-africano doou 500 mil dólares, às autoridades moçambicanas, para fazer face às necessidades daqueles petizes.

Colunistas