Connect with us

Mundo

Presidente da Associação dos Polícias de Moçambique raptado e agredido

Published

on

Nazário Muanambane foi raptado por volta das 17:00 (15:00 de Lisboa), entre as avenidas Acordos de Luzaka e Joaquim Chissano, no centro de Maputo, segundo o vice-presidente da Associação dos Polícias de Moçambique.

“Foi o que aconteceu. Ainda é muito cedo para avançar qualquer teoria. Temos um encontro hoje e oportunamente vamos falar”, disse Carlos Auroco.

Os dois indivíduos, que traziam uma espingarda AK-47 e uma pistola, cercaram a vítima no local onde habitualmente estaciona o seu automóvel e levaram-na para uma outra viatura, estacionada na mesma esquina.

Os raptores espancaram a vítima no veículo e exigiram 16 milhões de meticais (cerca de 228 mil euros), supostamente depositados no dia anterior pelo presidente da Associação dos Polícias de Moçambique.

Quase seis horas depois, os indivíduos deixaram a vítima na zona da praia da Costa do Sol, tendo levado cinco mil meticais, que o presidente da Associação dos Polícias de Moçambique tinha no banco.

A Lusa tentou, sem êxito, contactar o porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM) na cidade de Maputo.

Além de fraturar as duas pernas, Nazário Muanambane sofreu vários ferimentos e encontra-se internado no Hospital Central de Maputo.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *