Connect with us

Angola que dá certo

Prémios Sirius: Kwenda ganha na categoria de responsabilidade social

Published

on

O programa de transferências monetárias “Kwenda” venceu na noite de quinta-feira, 30, o “Prémios Sirius”, na categoria responsabilidade social, batendo na concorrência cinco empresas.

Na ocasião, o Director Geral do Instituto de Desenvolvimento Local ”FAS” , Berlamino Jelembi, sublinhou as dificuldades que o programa enfrentou na sua etapa inicial e reiterou a continuidade do trabalho com a mesma determinação.

“É um momento de profundas emoções, porque iniciamos este programa diante de profundas incertezas (época da Covid-19), alguns colegas tombaram. Mas entendemos este prémio como símbolo de que devemos continuar a marchar com determinação, rigor e disciplina”, reiterou .

Belarmino Jelembi fez saber que o KWENDA tem a maior base de dados de protecção social “conseguimos gerar, ao longo desses dois dados, a maior base de dados de protecção social do País, com mais de três milhões de pessoas com diferentes categorias de vulnerabilidade, fizemo-lo com quadros nacionais e conseguimos atingir mais de nove mil aldeias e bairros”. disse

O responsavél aproveitou o momento para agradecer os seus colaboradores e reiterou que o prémio vencido é de todos que incansavelmente trabalham para o bem estar das comunidades angolanas.

“Gostaria de dizer que este é um prémio para os nossos colegas, os ADECOS, mas também para todos aqueles que desde o início acreditaram que era possível, com rigor e disciplina, cumprindo os critérios internacionais, chegar a essas famílias mais distantes”.

Vale lembrar, que o KWENDA é um programa do Executivo angolano que visa criar políticas de apoio às famílias mais pobres e em situação de vulnerabilidade no país.

Avaliado em 420 milhões de dólares, é financiado em 320 milhões de dólares pelo Banco Mundial, sendo os outros 100 milhões, provenientes do Tesouro Nacional.

O Programa é operacionalizado pelo Instituto de Desenvolvimento Local, agência governamental, dotada de personalidade jurídica, autonomia financeira e administrativa, que, em coordenação com outros programas de combate à pobreza, contribui para a promoção do desenvolvimento sustentável das comunidades.

Colunistas