Connect with us

Politica

Prémio Nacional da Juventude prevê até um milhão e 500 mil kwanzas aos vencedores

Published

on

O Ministério da Juventude e Desportos apresentou, nesta terça-feira, 15, em Luanda, a plataforma de candidatura para o Prémio Nacional da Juventude, através da qual se pretende reconhecer os jovens que durante um ano se destacam nos diversos domínios da vida social, académica, cultural, política entre outras.

O Secretário de Estado para a Juventude, Fernando Francisco João, disse tratar-se de uma iniciativa do “titular do poder executivo” e que se propõe a distinguir pessoas singulares e colectivas de carácter juvenil, com projectos inovadores e de impacto social. “O executivo pretende incentivar o engenho criativo dos jovens angolanos bem como promover a sua participação na busca de soluções que o país enfrenta”, acrescentou.

O prémio é abrangente aos jovens dos 15 aos 35 anos, residentes em Angola. Podem igualmente candidatar-se associações juvenis ou cooperativas com projectos que visam a melhoria da qualidade de vida e bem-estar das populações e da juventude em particular.
Categorias a premiar

O concurso prevê oito categorias para o prémio, nomeadamente, o empreendedorismo juvenil, Associativismo e voluntariado juvenil, ensino, investigação e extensão, empresariado juvenil, superação, solidariedade na comunidade, cultura e artes, invenção e inovação e excelência no desporto.

O portal para as candidaturas (www.pnj.gov.ao) apresenta três opções para as quais os jovens podem se inscrever, podendo ser de forma individual, colectiva ou institucional. Alem do portal, o Instituto Angolano da Juventude criou igualmente um modelo de formulário de inscrição, em formato de papel, através do qual os jovens com dificuldades de acesso à Internet poderão submeter a sua candidatura.

Quanto aos prémios, o Secretário de Estado para a Juventude anunciou que variam de 300 mil a um milhão e quinhentos mil kwanzas, do terceiro ao primeiro classificado em cada categoria.

Corpo de jurado é composto por dez membros, distribuídos nas diversas categorias. Entretanto, a psicóloga e escritora Kanguimbo Ananás é a presidente e o Dr Adriano Borja o vice-presidente.

Assim, nas categorias de empreendedorismo juvenil e empresariado juvenil, foi delegado Adriano Borja, na categoria Associativismo e voluntariado juvenil, Cardoso José. Na categoria ensino, investigação e extensão, António Alberto Neves Alcochete, para a categoria superação, solidariedade na comunidade Tânia Dinis, Cultura e Artes, Adriano Mixinge, para invenção e inovação Matias Manuel da Silva Borges, enquanto que na Excelência no Desporto o júri é Domingos Torres Júnior. Uma outra categoria, não menos importante é Representantes da Sociedade Civil, cujo júri é comporto por Kanguimbo Ananás e Ismael Mateus Sebastião.

Colunistas