Connect with us

Politica

PR recomenda limpeza total dos “efectivos fantasmas” nos órgãos de Defesa e Segurança

Published

on

O Presidente da República e Comandante em Chefe, João Lourenço, recomendou, na manhã desta terça-feira, 01, em Luanda, ao novo ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, Francisco Furtado, que faça uma “limpeza de todos os efectivos fantasmas que encontrar nos órgãos de Defesa e Segurança”.

Faça “limpeza de todos os efectivos fantasmas que encontrar nos órgãos de Defesa e Segurança”, orientou. João Lourenço disse ter sido esta “a via usada para engordar o ‘Caranguejo’”.

João Lourenço fez tais recomendações durante a cerimónia de tomada de posse do novo ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, Francisco Furtado, ocorrido no Palácio Presidencial, da Cidade Alta.

O chefe de Estado exortou ao novo ministro a mudar, “radicalmente, o estado das coisas”, nos órgãos de Defesa e Segurança.

João Lourenço quer que os últimos acontecimentos ocorridos-alusão ao caso do major afecto à Casa de Segurança do Presidente da República, Pedro Lussaty, detido com elevadas somas de dinheiro, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) – não voltem a repetir-se.

“Quero dizer não apenas nas Forças Armadas, mas em todos os órgão de Defesa e Segurança, como nas FAA, na Polícia Nacional e nos Serviços”, destacou o Chefe de Estado.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (6)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (88)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (21)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2021 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD