Connect with us

Politica

PR chama de “vende pátrias” políticos que desencorajam investimentos em Angola

Published

on

O Presidente da República criticou  este sábado,  2, em Luanda, os políticos da oposição que desencorajam o investimento estrangeiro em Angola. A estes, João Lourenço, chamou-os de “vende pátrias”.

O titular do Executivo destacou hoje durante a reunião com os membros do Conselho Económico e Social, seu órgão de consulta, que decorreu no Palácio Presidencial, a necessidade de se alargar o leque de produtos de exportação, de preferência manufacturados, com valor acrescentado, para vender a melhor preço e garantir emprego local, sobretudo para a juventude.

Na reunião do Conselho Económico e Social, João Lourenço disse haver falta de patriotismo nos políticos angolanos, que procuram influenciar negativamente as instituições financeiras internacionais, credores e investidores interessados em Angola.

“Infelizmente enquanto trabalhamos para o desenvolvimento económico e social do país, alguns políticos da nossa praça, que nunca quiseram o bem de Angola e dos angolanos, vêm realizando trabalho contrário junto das instituições financeiras internacionais, dos credores e investidores a desencorajar o investimento em Angola, lamentou o Chefe de Estado angolano, acrescentando que os “Vende Pátrias não serão bem sucedidos”, atirou.

Para João Lourenço, a acção “dos vende pátrias” espelha bem a falta de patriotismo, de sabotagem contra os interesses de seu próprio país, e que está condenada ao fracasso, porque, felizmente, os financiadores, disse o Presidente da República, credores e investidores, guiam-se por critérios objectivos de análise dos mercados,  e conhecem a seriedade no que diz respeito a honrar os compromissos para com os credores.

Colunistas