Connect with us

Economia

Porto de Luanda ganha 30 novos veículos para movimentação de carga

Published

on

Quatro meses depois de iniciar a gestão sobre o Terminal Multiuso do Porto de Luanda, a empresa Dubai Ports Word, adquiriu os primeiros 30 veículos novos e de última geração, para a movimentação de carga, no quadro do programa de modernização e maximização da eficiência operacional da infra-estrutura.

Consta igualmente do lote de meios adquiridos, seis empilhadores de longo alcance, quatro movimentadores de contentores vazios, quatro empilhadores normais e um novo guindaste de pórtico com pneus de borracha (RTGs), que será o primeiro do género a ser utilizado em Luanda.

O CEO da DP World Luanda, Francisco Pinzón, disse que a sua empresa está a implementar as acções previstas no acordo, e com estes investimentos estão a transformar “o MPT num terminal de classe mundial, para fornecer aos nossos clientes um serviço eficiente e contínuo, para aumentar o comércio de e com Angola e para posicionar Luanda como um hub marítimo-comercial chave na costa ocidental da África Austral.”

O responsável garante que os veículos adquiridos, de ultima geração, da marca Terberg YT223, já estão em funcionamento, são utilizados em todo o mundo, sobretudo nos terminais que apresentam melhores rácios de eficiência entre custo, qualidade e tempo de uso, estando a ser utilizados dentro da área do pátio do MPT para movimentar contentores e cargas de e para o terminal de carga e descarga.

Em termos de características, Francisco Pinzón, revela que os veículos possuem os motores mais potentes, controlos eficientes na ponta dos dedos e suspensões mais suaves, o que os torna vitais para melhorar a eficiência do terminal.

A aquisição e a entrada em funcionamento destes novos equipamentos foi acompanhada de acções específicas de formação profissional, para permitir aos trabalhadores operam os veículos possam fazê-lo de forma eficiente e em segurança, em sintonia com o ambiente, a higiene e a segurança no trabalho considerados os três dos pilares relevantes no dia-a-dia da DP World Luanda.
O arranque da gestão sobre o terminal multiuso do Porto de Luanda é considerado como tendo sido com um conjunto de acções que visam transforma-lo numa infra-estrutura moderna, profissional, eficiente e rentável, com as componentes de formação, aquisição de novas ferramentas e de novos equipamentos e também de construção de novas instalações no interior do terminal para os trabalhadores.

Um dos objectivos do programa de gestão do terminal é o apoio ao país para a diversificação e o aumento do seu crescimento económico e social, através dos investimentos de 190 milhões de dólares para fazer do Porto de Luanda um dos mais relevantes da costa africana.

Outra aposta da DP World passa em providenciar aos seus colaboradores ferramentas que os possibilitem melhor uso dos meios e tecnologia a disposição, bem como pela rentabilização das vantagens da digitalização de várias funções relacionadas com a carga e descarga, manuseio e armazenamento de toda a carga que chega ao Porto de Luanda.

Para o cumprimento desta meta adquiriu e instalou a solução CARGOES TOS+ (Zodiac), um terminal Operating System (TOS) alojado numa nuvem (cloud), uma plataforma integrada que abrange todos os sistemas operacionais e de IT sob o mesmo comando e gestão, que fornece aos utilizadores informações em tempo real sobre os movimentos do navio, no portão e no pátio.

Desde Março deste ano, altura em que a DPWolrd iniciou a gestão sobre o Terminal Multiuso do Porto de Luanda, realizou mais de 30 sessões de formação profissional, dirigidas aos trabalhadores, tendo sido participado 300 dos mais de 730 funcionários do Terminal Multiusos do Porto de Luanda.