Connect with us

Homenagem

Por que se celebra o dia da mulher angolana a 2 de Março?

Published

on

Conheça a razão por trás da celebração da data comemorativa.

A 2 de Março celebra-se o dia da mulher angolana, em reconhecimento ao seu papel desempenhado na luta de resistência do povo angolano contra a ocupação colonial portuguesa.

Papel este representado por figuras que tiveram seus nomes para sempre escritos nos anais da história angolana, tal como, Deolinda Rodrigues, Irene Cohen, Engrácia dos Santos e Lucrécia Paim, para citar algumas.

Segundo o site Global Voices, a efémeride é celebrada a 2 de Março, em homenagem a estas mesmas mulheres que lutaram  pela independência do país e que supostamente foram capturadas numa emboscada armada pela FNLA (Frente Nacional de Libertação de Angola), no norte de Angola. Posteriormente mortas em circunstâncias não esclarecidas até hoje.

Infelizmente, apesar de todos os esforços, a FNLA e o Governo do Congo-Léopoldville (hoje Congo-Kinshasa), insensíveis à luta revolucionária pela independência de Angola, ignoraram todos os apelos do MPLA, do povo angolano e da comunidade internacional, para a libertação dos prisioneiros.

Entretanto no documentário “Langidila” realizado por José Rodrigues e Nguxi dos Santos,  que conta a história de vida de Deolinda Rodrigues, declara que o rapto de Deolinda e as outras militantes do MPLA foi executado por outro grupo anti-colonial,  na sequência do insucesso de uma incursão guerrilheira ao interior do território angolano, integradas no Esquadrão Kamy, no quadro da luta de libertação pela independência.

 

C/ SAPO

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *