Connect with us

Politica

Popularidade de Luís Nunes granjeada na Huíla caiu em Benguela – Considera Secretário do Bloco Democrático

Published

on

A repressão de manifestacões por parte da Polícia local, a morte do militante da UNITA, o abandono dos trabalhadores da áfrica têxtil e do hotel mombaka, destacaram-se, entre os vários actos negativos, na avaliacão feita pelo Político do Bloco democrático, ao Governo de Luís Nunes.

A avaliacão de Zeferino Kuvingua, Secretário do Bloco Democrático na Provincia de Benguela, que considerou a Governacão de Luís Nunes como sendo ” frouxo”, foram feitos no seu discurso de fim-de-ano, tendo mesmo considerado que a província de Benguela, encontra-se desgovernada.

” Há claramente evidências de uma Benguela abandonada, sem governo com solucões para mitigar os problemas da População, disse!

Kuvingua, juntou ainda aos actos negativos, na visão do seu Partido, a Polícia Nacional local, que para o político, tem estado mais a favor do Poder político do Governo actual, em Benguela, do que em defesa dos interesses do cidadão.

” Temos vindo a assistir, acontecimentos que atentam contra o Estado de Direito e democrático, que se distanciam de uma convivência sadia, entre os cidadãos, as autoridades administrativas, e a policia, que fazem, a todo custo, levar a tortura psicológica aos cidadãos que pretendam exercitar o seu direito de reunião e manifestacão, bem consagrado na constituicão e a lei”, Disse.

A fome, a pobresa extrema e o aumento da mendicidade de crianças as ruas, foram também mencionados pelo Político do Bloco democrático, como factores que levaram o seu Partido a considerar a Popularidade do actual Governador de Benguela granjeada na Huíla como tendo baixado.