Connect with us

Politica

Politólogo antevê congresso do MPLA renhido com candidatos da ala eduardista

Published

on

O analista Rui Kandove entende que o pronunciamento do General Higino Carneiro não deve ser negligenciado, por considerar que o antigo governador de Luanda tem vindo a preparar-se há algum tempo e, não é uma mera coincidência, o anúncio feito um dia depois do Secretário para a Informação e Propaganda do MPLA ter negado o possível terceiro mandato do presidente João Lourenço.

Em causa, estão as declarações exclusivas do General Higino Carneiro, ao Jornal da Tarde, da Rádio Correio da Kianda, este sábado, 01, afirmando que pondera concorrer à liderança do MPLA, no Congresso de 2026, que indicará quem será o cabeça de lista do partido para as eleições de 2027.

O politólogo avança que “a intenção de Higino Carneiro não significa que não haverá outros candidatos”. Acredita que “a ala de José Eduardo dos Santos poderá entrar na corrida” e antevê um “ambiente interessante para os camaradas e o país”.

Por outro lado, Kandove afirma que o MPLA é uma formação política histórica e quer ver como vai assimilar e adaptar-se a partilha do poder através das autarquias, com a UNITA a ocupar um espaço importante na consciência dos cidadãos e do país.

Recordar que esta sexta-feira, o Secretário de Informação e Propaganda do MPLA disse que o propalado terceiro mandato do presidente João Lourenço não passa de especulação, segundo o mesmo, “não faz parte da agenda política do partido que sustenta o governo”.

Esteves Hilário, que fez estas afirmações à margem do encontro com jornalistas e fazedores de opinião em Luanda, garantiu que o MPLA vai respeitar a Constituição e que não há qualquer intenção do MPLA de desrespeitar a carta magna angolana.

Sobre o anúncio feito pelo Secretário de Informação e Propaganda do MPLA, Rui Kandove pensa que “não seria o jovem político a fazer este pronunciamento por considerar o assunto muito sensível”.

Escute o comentário no Jornal da Tarde, da Rádio Correio da Kianda, hoje, às 13 horas.

Ouça abaixo a entrevista na íntegra com o General Higino Carneiro 

 

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.

Colunistas