Connect with us

Sociedade

Polígono de Sanguengo reflorestado nos próximos 10 anos

Published

on

O polígono de Sanguengo, na província do Huambo, vai beneficiar-se de reflorestação nos próximos 10 anos, através da plantação de árvores na floresta. A garantia foi dada pelo director do projecto de reflorestação dos mais de nove mil hectares.

De acordo com o responsável, em menos de dois anos foram replantados cerca de 80 hectares de eucaliptos pelo que em dez anos será possível replantar toda a floresta.

“O polígono florestal de Sanguengo tem 5.300 hectares de floresta remanescente degradadas de eucalipto e três mil hectares de áreas a reflorestar”, afirmou, acrescentando que os trabalhos estão a ser desenvolvidos por uma empresa criada pela segurança social das Forças Armadas Angolanas, para explorar o polígono mediante atribuição em 2021.

“Está em fase de implementação, já foram plantados no ano passado 80 hectares de eucaliptos, e este ano iniciamos uma nova campanha de plantio onde prevemos plantar 250 hectares” de eucaliptos, afirmou, objectivando atingir a marca de 9.600 hectares num prazo de 10 anos.

A vice-presidente da República, que esteve no local, no quadro da sua visita de três dias à província do Huambo afirmou que o polígono florestal de Sanguengo é um dos projectos que ilustram os compromissos do governo angolano com as convenções internacionais sobre o meio ambiente.

Esperança da Costa assegura que esse projecto vai permitir a busca de financiamento sobre o clima.

“O polígono florestal é sem dúvida um grande projecto. Um projecto para repor as nossas florestas, um projecto para constituir, nas áreas degradadas os sumidores de carbono para contrariar os efeitos da seca, e sobretudo, para influenciar a nível dos nossos compromissos no âmbito da convenção-quadro para as alterações climáticas, poder influenciar a nossa negociação para o acesso aos financiamentos do Fundo Global ligados ao clima.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *