Connect with us

Crime

Polícia trava entrada ilegal de cerca de quatro mil cidadãos da RDC em Angola

Published

on

Cerca de  quatro mil cidadãos da República Democrática do Congo foram interpelados de Janeiro a Agosto deste ano, pela Polícia de Guarda Fronteira (PGF), na província do Zaire, e impedidos de entrar no país de forma ilegal.

Segundo avança a Angop,  esta cifra faz parte de 4.363 infracções diversas registadas por este órgão afecto ao Comando Provincial do Zaire da Polícia Nacional, ao longo do perímetro fronteiriço com a República Democrática do Congo (RDC), no período em balanço.

Os dados foram, este sábado, revelados pelo segundo comandante provincial do Zaire da Polícia Nacional, Augusto Viana Mateus, durante o acto que marcou o 45º aniversário da criação da Polícia de Guarda Fronteira.

Durante o período em análise, acrescentou, foram ainda registados 20 crimes de promoção e auxílio à imigração ilegal, que resultaram na detenção de 33 cidadãos nacionais.

Em relação ao contrabando de combustível, a fonte disse terem sido registadas 257 infracções que culminaram com apreensão de 202 mil e 810 litros de derivados de petróleo.

Augusto Viana Mateus instou os efectivos destacados em diversos postos fronteiriços com o país vizinho no sentido de redobrarem a vigilância para o combate cerrado aos crimes transfronteiriços na região.