Connect with us

Sociedade

Polícia Nacional regista mais de 100 crimes em todo país na passagem de ano

Published

on

A Polícia Nacional registou no fim-de-semana, 154 crimes diversos (menos três em relação ao período anterior), no quadro da Operação “Okulianja” 2023-2024, para o asseguramento da quadra festiva.

O comissário Orlando Bernardo, que fez o balanço das festas de fim de ano, na Unidade de Reacção e Patrulhamento, frisou que do número em referência, 100 (+ 17) foram esclarecidos e igual número de detidos, representando 65% de operatividade.

Fez saber que no período em análise cerca de 18 pessoas morreram durante a passagem de ano no país, cujos autores estão detidos, foram cometidos três crimes com recurso a faca, catana e fragmentos de garrafa, e dois com recurso a um pau.

O porta-voz da Operação Okulianja, indicou que as províncias com maior índice criminal foram Luanda, Cuanza Norte, Huambo e Malanje, sendo que, destes crimes 6 (-9) ocorreram com recurso a armas de fogo, nomeadamente 2 tentativas de homicídios, 1 ofensa à integridade física e 3 roubos.

No período avaliado, os dados policiais apontaram para 30 (-6) roubos, dos quais 19 esclarecidos, com 21 detidos, que aconteceram nas províncias de Luanda 12, Huíla 4, Lunda Sul 3, Cabinda, Moxico e Cuando Cubango, com 2 cada, Malanje, Cuanza Norte, Cunene, Huambo e Uíge, com 1 cada.

O também director de Segurança Pública da Polícia Nacional, retrata que houve uma agressão sexual, esclarecida e praticada por pessoa conhecida da vítima, bem como o crime de posse de arma de fogo, esclarecida, com 1 detido.

Colunistas