Connect with us

Sociedade

Polícia Nacional nega desaparecimento de criança denunciado pela Amnistia Internacional

Published

on

A Polícia Nacional  (PNA) desmentiu nesta sexta-feira, 21, que tenha desaparecido uma criança na sequência de uma intervenção policial na província do Namibe, que se destinava a “repor a ordem” numa fazenda ocupada ilegalmente.

O comunicado da polícia nacional, surge na sequência de uma denúncia da Amnistia Internacional,  segundo a qual, um menino de cinco  anos, se encontrava desaparecido após a ação policial, nos arredores de Moçâmedes, que terá resultado também em 16 casas incendiadas.

Segundo a polícia, a intervenção foi solicitada pelo Tribunal de Moçâmedes e conduzida por um oficial de justiça, para repor a ordem “numa fazenda que tinha sido ocupada ilegalmente por um grupo de cidadãos que empunhavam objetos contundentes”, entre os quais catanas e facas.

Segundo a organização não-governamental (ONG), a criança, Mbapamuhuka Caçador, teria desaparecido no dia 12 de outubro, após o raide da Polícia de Intervenção Rápida, que foi causado por uma disputa de terras, e os residentes receavam que o menino tivesse sido queimado vivo numa das casas atacadas pela polícia.

Colunistas