Connect with us

Sociedade

Policia na Huíla mata vendedora ambulante com um tiro no Peito

Published

on

Uma cidadã vendedora ambulante, de trinta e dois anos, que em vida chamou-se Flora José, perdeu a vida neste domingo ( 6) em consequência de um disparo efectuado por um agente da Policia na Província da Huíla quando a mesma encontrava-se a comercializar o seu negócio.

O incidente, aconteceu no Município de Caluquembe situado a 195 quilómetros a norte da Cidade do Lubango, quando, segundo testemunhas contactadas pelo Correio da Kianda, a Policia Nacional, na tentativa de dispersar a população que ali se encontrava a vender, efectuou disparos, tendo, sido um destes disparos atingido a vendedora ambulante, que deixa deixa cinco filhos, entre eles, um menor de cinco anos de idade.

Em comunicado, a Delegação Provincial da Polícia na Huíla, por meio do seu Gabinete de comunicação, confirmou o sucedido. Acrescentando, que os referidos agentes encontravam-se em serviço naquele Município, onde foram destacados para impedir que populares vendessem num mercado a céu aberto.

Segundo lê-se no comunicado, a Policia aponta a população de ter se revoltado com os seus agentes destacados no local para o efeito de impedir que a população vendesse numa praça irregular, e, que na tentativa de dispersar com disparos no ar, um dos agentes ter-se-á desequilibrado da viatura patrulheira em movimento, e disparou, o tiro, que veio atingir a região do toráx da cidadã ambulante que acabou por morrer imediatamente no Local.

Em fase da Covid-19 que o Pais vive, até ao momento, as mortes por disparos efectuados por agentes da Polícia contra cidadãos ja supera os da Covid-19.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *