Connect with us

Sociedade

Polícia investiga razões da morte por suicídio de jovem no Lubango

Published

on

A Polícia Nacional na Huíla investiga as razões que levaram um jovem, de 22 anos, a suicidar-se esta quarta-feira, 10, em plena via pública, na centralidade da Quilemba, no Lubango, com um disparo de arma de fogo na cabeça.

Testemunhas apontam que a causa do suicídio terá sido por uma alegada traição, facto que a polícia não confirma. Após o disparo, o jovem foi ainda socorrido pelo INEMA, mas acabou por morrer a caminho do hospital.

Um vídeo que circula nas redes sociais, mostra o jovem ensanguentado, mas ainda demonstrando sinais vitais.

Segundo o porta-voz em exercício da Polícia Nacional na Huíla, 3º subchefe Marcelino Arsénio, o caso ocorreu por volta das 10 horas na via pública, mais precisamente no bloco X da centralidade, tendo sido encontrada, no local, uma arma de fogo, do tipo pistola, já em posse da Polícia.

Segundo a fonte, que cita testemunhas, a vítima encontrava-se na centralidade em visita à sua namorada, a quem ele terá pedido para comprar gelado, mas de regresso, avistou-o sentado com a arma apontada à cabeça e efectuou o disparo.

A Polícia Nacional na Huíla fez saber que a vítima não pertence as Forças Armadas, como veicula nas redes sociais, porém investigações continuam para apurar onde o mesmo terá conseguido a arma e as razões reais do suicídio.