Connect with us

Sociedade

Plataforma realiza inquérito sobre impacto da dívida pública em Angola

Published

on

A Plataforma Angolana da Cidadania sobre Dívida Pública (PACDP), realiza entre os dias 31 de Janeiro à 11 de Fevereiro, um trabalho de campo que consubstancia a elaboração do “Relatório sobre o estado da dívida pública em Angola”.

De acordo com um dos responsáveis da PACDP, Cornélio Manuel, em entrevista ao Correio da Kiamda, fez saber que, “o inquérito sobre o impacto da Dívida Pública, decorre desde o dia 31 de Janeiro e vai até 11 de Fevereiro de 2022, nas províncias, do Cunene, Huíl, Luanda, Moxico e Zaire.

Entretanto, numa nota da organização a que o Correio da Kianda teve acesso, PACDP destaca que “o estudo visa à percepção da dívida pública com base ao questionário que foi disponibilizado pelos consultores, cujos dados estão sendo recolhidos vão permitir averiguar o nível de conhecimento dos angolanos sobre a dívida pública no seu país”, lê-se no documento.

Segundo a Plataforma, o estudo é direcionado aos governos provinciais, administrações municipais, deputados nos círculos províncias, partidos políticos com assento no parlamento, autoridades tradicionais, Acadêmicos, ONGs e estudantes.

Este trabalho de campo espelha o foco da PACDP, que são as questões da dívida pública, na produção e na partilha de conhecimentos para a construção de uma consciência pública e política baseada nos princípios da responsabilização, da gestão justa, da transparência, da equidade, da democracia e direitos humanos na governação, na redistribuição dos recursos e de oportunidades económicas aos cidadãos e às cidadãs.

Para efeito a Plataforma Angolana da Cidadania sobre Dívida Pública (PACDP), contara com apio das seguntes organizações: Cunene-Associação Ame Naame Omuno (ANO), — Associação Construindo Comunidades (ACC). Luanda — Grupo de Organização da Sociedade Civil para o Orçamento Participativo (GOSCOP) e Unidas Somos Mais Fortes (USMF), Moxico — LAULENU e Zaire — Ação De Desenvolvimento Reintegração Solidariedade Comunitária (ADRSC) e Ajuda Cristã Para o Desenvolvimento Humano (ACDDH).

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *