Connect with us

TRANSPORTES

Pilotos da TAAG em greve a partir de hoje

Published

on

Os pilotos da TAAG, Linhas Aéreas de Angola estão desde hoje, 7 de Outubro de 2022, em greve para um período de dez dias de paralização total, para exigirem resolução das suas reivindicações junto da entidade patronal.

Do caderno reivindicativo apresentado à direcção da companhia aérea de bandeira, consta a melhoria do salário e das condições de trabalho dos pilotos.

A TAAG, refere num comunicado enviado ao Correio da Kianda, que criou um plano de contigência através do qual pretende manter os serviços mínimos, com vista a minimizar o impacto da greve.

No dia 20 de Julho, o caderno reivindicativo do Sindicato dos Pilotos de Linha Aérea (SPLA) foi entregue à TAAG, tendo sido realizadas reuniões nas quais a companhia nacional “apresentou diversas propostas de resolução, devidamente enquadradas na sua realidade financeira”, e com o “firme objectivo” de acomodar as solicitações dos pilotos, lê-se no documento.

Num outro documento, citado hoje pelo Jornal de Angola, o Sindicato dos Pilotos da Linha Aérea de Angola garante ter apresentado ao Conselho de Administração da compania, o caderno reivindicativo “onde estavam reflectidos os pontos que já haviam sido alvo de prévio acordo, mas que inexplicavelmente nunca foram concretizados”.

Pelo menos 24 voos já estão cancelados, com datas de partidas inicialmente previstas para esta sexta, 7, amanhã 8 e domingo 9, a partir de Luanda, entre domésticos e regionais, de acordo com a escala de voos da companhia nacional de bandeira, enviada ao Correio da Kianda.

Entretanto, apesar da greve, a TAAG mantém agendados 12 voos domésticos, 4 intercontinentais para São Paulo e Madrid e dois regionais para Africa do Sul e Moçambique, nesta sexta-feira, 7.

Para amanhã, sábado 8,  um total de 16 voos estão igualmente previstos, entre domésticos, regionais e intercontinentais.

No domingo, está igualmente na grelha de programação da TAAG, 16 voos com diversos destinos.