Connect with us

Politica

PGR tenta recuperar USD dois mil milhões de Carlos São Vicente na Suíça

Published

on

Com objectivo de recuperar os activos angolanos avaliados em dois mil milhões de dólares espalhados por Carlos São Vicente em vários países, está a caminho de Genebra, Suíça, uma delegação da Procuradoria-Geral da República, encabeçada pelo seu titular, Hélder Pitta Groz.

A delegação parte com os olhos postos na negociação com as autoridades locais sobre a questão da recuperação de activos ligados ao Estado angolano.

Em uma entrevista recente, o Procurador-Geral da República revelou que mais de mil milhões de dólares, retirados de forma ilícita de Angola, estão domiciliados no banco suíço.

Lembrar que Carlos Vicente é acusado de um conjunto de crimes, com destaque para o de peculato, branqueamento de capitais, bem como a realização de negócios consigo próprio dentro da Seguradora AAA, de que era proprietário, causando o desvio de fundos públicos.

O Tribunal Supremo que condenou São Vicente deliberou igualmente o mesmo a devolver ao Estado, a título de indemnização, 4,5 mil milhões de dólares.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.