Connect with us

Politica

PGR arquiva processo contra Valdemar Salomão ex-administrador do Moxico

Published

on

A PGR na Província do Moxico decidiu, nesta quinta-feira, 27, decretar o arquivamento dos processos judiciais em que são arguidos Valdemar Salomão, ex-administrador do Moxico, e a pessoa colectiva CRCC-17/BEE.

Num  despacho assinado pelo procurador titular, Adão do Nascimento, ao qual o Correio da Kianda teve acesso, a Procuradoria Geral da República ordenou o arquivamento dos autos de instrução preparatória do processo-N.º 5/PGR/2022”.

Valdemar Salomão foi constituído arguido pela Procuradoria Geral da República (PGR), por “fortes suspeitas” de cometimento de crime de peculato.

O ex-administrador municipal do Moxico tinha sido acusado de ter celebrado um contrato de forma indevida com uma empresa de construção civil para a reabilitação da vala de irrigação de Sacassanje, 15 quilómetros a Sul da cidade do Luena, província do Moxico, num negócio avaliado em 20 milhões de kwanzas, e que deveria ser executado em 2020, envolvendo ainda outros cinco arguidos, segundo a PGR.