Connect with us

Economia

Petrolífera americana paga mais de AKZ 600 milhões de dívida ao Estado angolano

Published

on

A empresa Cabinda Gulf Oil Company, subsidiária da americana Chevron em Angola, procedeu na semana finda, a liquidação da sua dívida de mais de 659 milhões de Kwanzas, correspondentes a 8 anos de entrada e estacionamento no Terminal Portuário de Malongo, de 1 de Janeiro de 2012 a 31 de Dezembro de 2020.

Os termos de quitação da dívida foram assinados pelo Presidente do Conselho de Administração da Empresa Portuária de Cabinda, José João Kuvingua, na presença do Ministro dos Transportes, Ricardo Viegas D’Abreu.

Os documentos assinados a 29 de Março de 2022, estão relacionados com a prestação de serviço do terminal portuário de Malongo, referente à entrada e estacionamento, no período de 1 de Janeiro de 2012 a 31 de Dezembro de 2020, tendo o valor atingido o total de 659.832.800,44 Kz (Seiscentos e cinquenta e nove milhões, oitocentos e trinta e dois mil, e oitocentos kwanzas e quarenta e quatro cêntimos).

A quitação relativa à Taxa Marítima de Escala e Permanência dos Navios, foi igualmente regularizada no montante de 1.147.226.262,12 Kz (Mil milhões, cento e quarenta e sete milhões , duzentos e vinte e seis mil, duzentos e sessenta e dois kwanzas e doze cêntimos), de acordo com as atribuições e jurisdição da Agência Marítima Nacional.

Entretanto, o acto é considerado pela empresa portuária como mais uma acção no resgate e normalização da Autoridade Portuária e a normalização do papel regulador da Agência Marítima Nacional.

A Cabinda Gulf Oil Company Limited (CABGOC), subsidiária em Angola da empresa americana Chevron, está presente em Cabinda desde 1954, onde explora o Bloco 0, na costa da província de Cabinda e o Bloco 14 em águas profundas.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Colunistas

© 2017 - 2022 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD