Connect with us

Desporto

Petro de Luanda e Primeiro de Agosto em dia de clássico nos Coqueiros

Published

on

O Petro de Luanda e o Primeiro de Agosto jogam hoje o clássico número 86, logo mais, às 16 horas, no estádio dos Coqueiros, na antiga Baixa de Luanda.

Os aficionados de futebol afirmam que o cartaz da jornada merecia um estádio melhor do que os Coqueiros, mas como não há volta a dar, 1º de Agosto e Petro de Luanda têm de apresentar de imediato o que de melhor têm para merecer o estatuto de candidatos.

A motivação extra do resultado desta tarde pode trazer outras coisas boas, pois quem vencer só tem de dar continuidade ao passo inicial, enquanto o derrotado será forçado a reajustar o passo em falso da jornada inaugural.

Os militares foram mais eficazes nos clássicos das duas últimas épocas. Contas feitas, estão invictos nos quatro jogos contra o Petro de Luanda, de Alexandre Santos. Por mais que se tente minimizar, este é um detalhe que acaba sempre por ser relevante, pois aumenta a confiança de quem renasceu sempre como Fénix nos dois clássicos anteriores.

A precisar de reaparecer no clássico, o Petro de Luanda sabe que tem de fazer um jogo irrepreensível, sob pena de voltar a lamber o pó. A tendência das últimas temporadas tem sido a mesma, ou seja, os tricolores até são capazes de inclinar o campo, mas nunca tiram nenhum proveito do domínio. Tanto é assim que acabam sempre por claudicar com um mero sopro dos militares.

Por mais que ninguém nas hostes tricolores assuma, os militares sabem que há uma raiva acumulada, capaz de fazer com que, esta tarde, o Petro experimente uma abordagem totalmente diferente para acabar com o mito da invencibilidade de um 1º de Agosto, uma espinha na garganta de Alexandre Santos.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.

Colunistas