Connect with us

Mundo

Peregrinação a Meca deixa 1300 mortos na Arábia Saudita

Published

on

A Arábia Saudita anunciou esta segunda-feira, 24, a morte de 1.301 peregrinos durante a grande peregrinação muçulmana recentemente realizada a Meca sob um calor escaldante, especificando que a maioria não tinha autorização para esta reunião anual.

O ministro da Saúde da Arábia Saudita, Fahd al Yalayel, confirmou hoje que foram registadas as mortes de um total de 1.301 pessoas durante a época de peregrinação a Meca e aos locais sagrados do Islão, principalmente devido às altas temperaturas.

Al Yalayel, citado pela agência noticiosa espanhola Efe, destacou que 83% dos mortos não receberam autorização oficial para realizar a peregrinação e explicou que muitos deles faziam longas caminhadas a pé, ao sol, sem qualquer tipo de protecção ou descanso.

Segundo o portal de notícias Ajbar24, alguns deles eram idosos que sofriam de doenças crónicas.