Connect with us

Politica

Pela primeira vez um Presidente angolano defende Orçamento no parlamento

Published

on

O presidente da República, João Lourenço discursou hoje na Assembleia Nacional, em Luanda, no âmbito da discussão e votação na generalidade da proposta de lei do Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2018. É a primeira vez que um chefe de Estado vai ao parlamento para participar no debate, deslocação que não estava inicialmente prevista.

“Entendi, neste primeiro ano do meu mandato, excecionalmente fazê-lo [início da discussão do OGE] pessoalmente, como sinal de aproximação de dois poderes que embora distintos, com papéis diferentes, estão obrigados a trabalhar para um fim comum, o de melhor servir Angola e os angolanos”, justificou João Lourenço, perante os deputados.

Ao mesmo tempo que passou em revista a situação macroeconómica do país e as consequências da crise provocada pela quebra nas receitas com a exportação de petróleo, o chefe de Estado alertou que o país “encontra-se em situação económica e financeira desafiante”, devido à “grande dependência” das vendas de crude ao exterior.

João Lourenço garantiu ainda que o Estado, através do OGE, vai incentivar o desenvolvimento do setor industrial privado, para diversificar as exportações e apoiar especificamente o setor agrícola, com uma linha de crédito para importação de insumos.

O Presidente da Repúblçica perspetivou aumentos nas tarifas de eletricidade e na água, com a progressiva retirada dos subsídios estatais, e alertou que “não é vergonha nenhuma” que cidadãos nacionais assumam ter fortunas no exterior, desde que sejam repatriadas.