Connect with us

Diversos

Pastora acusada de falsificar assinatura do General Numa

Published

on

Uma cidadã, identificada por Paulina Chilombo, pastora da igreja Cura Divina, na província de Malanje, está detida nas celas do SIC, por alegadamente ter  burlado mais de 60 militantes, prometendo inserção nas Forças Armadas Angolanas, usando uma declaração com a assinatura do General Abílio Kamalata Numa.

A acusada, de 56 anos, cobrava de 20 a 215 mil kwanzas, dependendo do grau militar em que o interessado solicitasse. Para fazer o anúncio do seu “negócio”, a pastora aproveitava o final do culto na sua igreja, para divulgar aos fiéis interessados a sua campanha.

Foi detida em flagrante, no dia 24 do corrente mês, pelo Serviço de Investigação Criminal, no Município sede de Malange, no bairro Canambua, quando encontrava-se a receber documentos, e valores monetários, que avaliados pelo SIC, estão acima dos um milhão de kwanzas.

Contactado pelo Correio da Kianda sobre o envolvimento da sua assinatura na acima referida declaração, em posse da pastora agora detida, o General Abílio Kamalata desmarcou-se da sua autenticidade, adiantando, por outro lado, existir uma rede que a partir de Luanda, tem sido desmantelada, que se dedica a falsificação de documentos em nome da UNITA, para fins inconfessos.

“Nós, a partir mesmo daqui de Luanda, já conseguimos desmantelar alguns centros, onde algumas pessoas, marginais, aproveitavam-se das declarações que nós passávamos, e escaneavam a nossa assinatura para poderem entrar neste esquema fraudulento”, disse, denunciando, por outro lado, tratar-se de um esquema que tem origem, no interior da Caixa Social, e de outros sectores do Estado.

“Nós avisamos as instituições de direito aqui em Luanda, que não vimos quase nenhum reflexo, e este acto nosso de desmantelamento desses grupos, foi permanente, agora, se temos mais um caso em Malanje, isto é um caso de criminalização”, referiu, apelando as autoridades investigação e responsabilização sobre o caso da referida pastora.

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Manuel Joaquim

    29/09/2023 at 6:50 am

    Por mais que se fale de Deus que nunca alguém viu, por mais que as pessoas inventem coisas, o interesse nisso tudo é apenas um, enganar as pessoas menos esclarecidas a darem dinheiro para o “ESPERTALHÃO” ficar rico como temos visto por aí, este é o objectivo da mal dita gente.
    Repito: o objectivo principal de várias denominações religiosas em Angola, não é mais senão a busca desenfreada de dinheiro.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *