Connect with us

Mundo

Partido Comunista Português pede “fim da perseguição” a Lula

Published

on

O Partido Comunista Português expressou neste domingo indignação com a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de negar o registro de candidatura à presidência de Luiz Inácio Lula da Silva e pediu para “acabar com a perseguição” contra o ex-presidente brasileiro.

“A decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de excluir Lula da Silva como candidato às eleições presidenciais no Brasil insere-se num processo político que, sob a capa de uma “justiça” reconhecidamente comprometida com o golpe de Estado institucional – iniciado em 2016, com a destituição da legítima presidente Dilma Rousseff -, procura impedir, de forma arbitrária, que este seja candidato nas eleições que acontecem em 7 de outubro”, diz a nota.

Ainda conforme o texto, o partido diz reafirmar a posição de profunda indignação e pede o “fim da perseguição a Lula da Silva”, além de demonstrar “solidariedade para com a luta dos trabalhadores e do povo brasileiro em defesa da soberania, dos direitos, da democracia no Brasil e contra um poder golpista”.

A maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu rejeitar o registro da candidatura de Lula à presidência para as próximas eleições. O ex-presidente está preso desde abril na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A defesa de Lula pode recorrer ao próprio TSE ou ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas neste último caso ele já não poderia se apresentar às eleições.

EFE

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *