Connect with us

Mundo

Partidários de Guaidó ocupam embaixada da Venezuela em Brasília

administrador

Published

on

Partidários do líder da oposição venezuelana Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino por cerca de cinquenta países, entraram nesta quarta-feira na embaixada de Caracas em Brasília com a cumplicidade de funcionários do local e o ocupam parcialmente, informaram fontes diplomáticas e policiais.

Os partidários de Guaidó afirmam que a entrada foi dada graças ao apoio de funcionários da sede diplomática, enquanto o governo do presidente bolivariano Nicolás Maduro descreveu o ato como “invasão”.

“Denunciamos que as instalações de nossa embaixada em Brasília foram invadidas pela força ao amanhecer. Responsabilizamos o governo brasileiro pela segurança de nosso pessoal e instalações”, tuitou o ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza.

“Os dois grupos estão lá dentro, tentando encontrar uma solução pacífica”, disse o tenente Zé Fonseca à entrada da sede diplomática, da Polícia Militar (PM).

O incidente ocorre no momento em que Brasília é sede da cúpula do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), profundamente dividido em torno da questão venezuelana: Moscou e Pequim são os principais aliados de Maduro, enquanto Brasília apóia Guaido.

A embaixadora de Guaidó, María Teresa Belandria, disse em comunicado que “um grupo de funcionários da embaixada da Venezuela no Brasil entrou em contato conosco para nos informar que reconhecem o presidente Juan Guaidó. Eles começaram a abrir as portas e entregar voluntariamente a sede representação diplomática legitimamente credenciada no Brasil”.

O encarregado de negócios da embaixada, Freddy Mergote, convocou a solidariedade dos “movimentos sociais e partidos políticos” brasileiros para que rejeitem a entrada dos pró-Guaidó.

 

AFP

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *