Connect with us

Politica

PAPE arranca com a criação de mais de 200 empregos no Uíge

Published

on

Lançado nesta quinta-feira, 17, no Uíge, o Plano de Acção para a Promoção da Empregabilidade (PAPE) já beneficiou 62 cidadãos, que expandiram os seus negócios e conseguiram, com isso, assegurar 214 postos de trabalho directos e indirectos na província.

Os empregos foram criados nas áreas da agricultura, do comércio e prestação de serviços, iniciando assim a pretensão do Executivo de criar 83.500 postos de trabalho directos e 243 mil de forma indirecta em todo o país.

De acordo com informações oficiais, o PAPE tem como objectivo aumentar a capacidade institucional dos centros de formação profissional e de emprego, tanto públicos como privados, melhorar a sua organização e funcionamento e qualidade da oferta formativa, bem como a extensão da rede das unidades formativas e de emprego.

A iniciativa surgiu para fomentar e apoiar o espírito de iniciativa dos empreendedores, fundamentalmente, dos jovens e das mulheres, valorizar o exercício das profissões, através da atribuição das carteiras profissionais e dar oportunidade de estágio aos recém-formados.

“É um programa que visa reduzir a taxa de desemprego, combater a pobreza e a vulnerabilidade, bem como fazer crescer a economia, tornando Angola um país melhor e com um futuro mais esperançoso”, diz a apresentação do Plano.

Com a implementação do PAPE, o governo pretende ainda promover a formalização de pequenos negócios, reconversão da economia informal, contribuir para o aumento do rendimento familiar e, consequentemente, com a redução da pobreza no país.

Clique aqui para efectuar a sua inscrição no Plano de Acção para a Promoção da Empregabilidade.