Connect with us

Mundo

Papa Francisco diz recear “um banho de sangue” na Venezuela

O Papa Francisco disse hoje recear “um banho de sangue” na Venezuela e acrescentou que “o problema da violência aterroriza-me”, no decurso de uma conferência de imprensa no avião que o transportou para Roma após a visita ao Panamá.

Published

on

“O que me faz medo? O banho de sangue”, respondeu o Papa Francisco à pergunta de um jornalista sobre a situação na Venezuela onde, acrescentou, “o problema da violência aterroriza-me”.

Jorge Bergoglio também solicitou “elevação para ajudar aqueles que podem ajudar a resolver este problema” nesse país em crise e à beira da guerra civil.

“Sofro pelo que neste momento está em vias de acontecer na Venezuela e por isso gostava que eles chegassem a acordo”, apesar de chegar a um acordo nem sempre seja a melhor solução. O necessário seria “uma solução justa e pacífica”, afirmou, prescindindo de mais declarações porque, como sublinhou, seria “uma imprudência” neste contexto explosivo.

Na sua missa do Angelus no domingo na Cidade do Panamá, Francisco tinha já reclamado “uma solução justa e pacífica para ultrapassar a crise [na Venezuela] respeitando os direitos humanos”.

A Venezuela atravessa uma das mais graves crises políticas, com o Presidente Nicolas Maduro, que recebeu o apoio das Forças Armadas, a acusar os Estados Unidos de incitar o opositor Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente, a efetuar um “golpe de Estado”.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *