Connect with us

Mundo

PALOP: Moçambique e São Tomé vão completar 50 anos com muitos desafios

Published

on

Os Países de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) celebram, no próximo ano, os seus 50 anos de independência, com muitos desafios.

A afirmação é de Mário Gerson, especialista em relações internacionais quando comentava a independência de Moçambique que hoje se assinala.

Com excepção da Guiné Bissau, Angola, Cabo Verde, Moçambique e São Tomé e Príncipe completarão meio século de soberania.

Contudo, muitos destes países ainda enfrentam vários desafios. É o caso de Moçambique que luta para derrotar o terrorismo em Cabo Delgado.

Um dia antes de completar os seus 49 anos de independência, o Conselho Constitucional de Moçambique aprovou apenas quatro candidaturas dos 11 que manifestaram a intenção.

O destaque recai para os candidatos da Frelimo, Renamo e MDM.

Mário Gerson chama atenção para se evitar nas eleições presidenciais o que aconteceu nas autárquicas realizadas naquele país do índico.

Escute as declarações de Mário Gerson falando sobre independência e eleições em Moçambique, no Jornal da Noite, da Rádio Correio da Kianda.