Connect with us

Desporto

Palancas Negras sem casos clínicos para o jogo de “revanche” com a Nigéria

Published

on

A considerada como uma das melhores selecções do continente africano, volta hoje a cruzar os caminhos da Selecção de Angola, vinte anos depois, no jogo de mais logo, em que alguns analistas desportivos já chamam do confronto da vingança.

Regista a história, que em 2006, as Palancas Negras impediram a equipa das Águias de participar no Campeonato do Mundo de 2006, na Alemanha, nas eliminatórias de 2004, para copa do Mundo.

Após um susto que dava conta de que três atletas do conjunto angolano estariam condicionados para o jogo crucial de hoje contra a Nigéria, informações que chegam à redacção do Correio da Kianda, a partir da Costa do Marfim, dão conta de que a equipa médica acaba de liberar os mesmos, estando aptos para a disputa de mais logo.

Gelson Dala, Fredy e Show são os três recuperados que figuravam a lista dos jogadores preocupantes para o jogo de hoje, após terem sido determinados pelo exame de ressonância magnética, que deu como resultado aprovados, para o jogo de logo mais, às 18 horas, no Estádio Felix Houphouet-Boigny, em Abidjan, para os quartos-de-final do CAN2023, que decorre na Côte d’Ivoire.

Juntou-se já ao grupo, o atacante Jeremi Bela, que tinha sido dispensado para presenciar o nascimento do filho, bem como o guarda-redes Gelson Magala, integrado para substituir provisoriamente Neblú.