Connect with us

Sociedade

País passa a contar com mais de 700 magistrados judiciais

Published

on

O porta-voz do Conselho Superior da Magistratura Judicial, Correia Bartolomeu, considerou esta quinta-feira insuficiente o número de magistrados judiciais empossados para dar resposta a demanda processual que os tribunais apresentam.

Correia Bartolomeu, que falava durante o empoçamento de mais de 700 magistrados judiciais, que concluíram o curso regular no Instituto Nacional de Estudos Judiciários, disse que o número poderá de alguma forma reduzir alguns assuntos pendentes que se verifica nos tribunais.

Adiantou que a formação de novos juízes continua no centro das atenções do Conselho Superior da Magistratura Judicial. Correia Bartolomeu adiantou que a distribuição dos novos juízes será feita diante das necessidades de cada tribunal.

O país passa a contar com mais de 700 magistrados judiciais, com o empoçamento de novos juízes que concluíram o curso regular no Instituto Nacional de Estudos Judiciários e os 183 novos juízes vão reforçar o sistema judiciário em Angola e dar resposta a demanda processual nos tribunais.

A tomada de posse, de acordo com o presidente do Tribunal Supremo, Joel Leonardo, enquadra-se também no âmbito dos esforços do Estado angolano para tornar a Justiça mais rápida, e evitar atrasos e má justiça.

Esta, no entanto, é a maior leva de juízes que entra em funções desde a independência do país em 1975.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *