Connect with us

Sociedade

“País está no nível 2 de alerta máximo devido epidemia de cólera na Zâmbia e RDC”

Published

on

O país está no nível 2 de alerta máximo devido a epidemia de cólera que países vizinhos, como a República Democrática do Congo e a Zâmbia registam.

A informação foi avançada nesta terça-feira, 23, em conferência de imprensa, pela Directora de Saúde Pública, tendo acrescentado que Angola não registou, até ao momento, casos de cólera.

Helga Freitas disse que a grande preocupação cinge-se com a Zâmbia e a República Democrática do Congo pelo aumento exponencial de casos.

A responsável alerta a população sobre os cuidados a ter com a água e a confecção dos alimentos, a fim de evitar contaminação.

Angola tem redobrado a segurança epidemiológica nas fronteiras comuns entre a RDC e a Zâmbia, devido o surto de cólera registado nesses países vizinhos, desde Outubro passado.

O Secretário Provincial da Saúde em Cabinda, Ruben Buco, disse que nesta altura estão a ser criadas estratégias em Cabinda para que não se verifiquem casos no país.

Recordar que, os profissionais do sector da Saúde das províncias que fazem fronteira com a Zâmbia e a República Democrática do Congo iniciaram recentemente formações preventivas para conter um possível surto da cólera no país.

Na Lunda Norte, as unidades sanitárias de referência da província foram reforçadas com fármacos e equipamentos técnicos para acudir a possíveis casos.

“Estão a ser preparadas as condições técnicas e humanas para assegurar o funcionamento do hospital de campanha, que passa agora para unidade de emergências de saúde pública”, informou a porta-voz da Comissão Multissectorial de combate à cólera, Yarslava Cango.

Colunistas