Connect with us

Economia

PAC desembolsa mais de quatro mil milhões de kwanzas

Published

on

Cento e seis projectos receberam desembolso efectivo acima de 4 mil milhões, 430 milhões de kwanzas do Programa de Apoio ao Crédito (PAC), anunciou esta terça-feira, a secretária de Estado para Economia, Dalva Ringote, que falava no habitual briefing do Ministério da Economia e Planeamento (MEP).

O Programa de Apoio ao Crédito (PAC) é um instrumento de financiamento público, inserido no Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (Prodesi).

Segundo a secretária de Estado, que falava no habitual briefing do Ministério da Economia e Planeamento (MEP), desde Abril até à data existem 553 projectos aprovados, mais 107 que na última semana.

Dalva Ringote diz que os projectos, aprovados, estão distribuídos pelas províncias de Luanda, com 161, Benguela (48), Uíge (46), Bié (37), Huíla (37), Cunene (29), Bengo (28), Huambo (26), Cuanza Norte (21), Cuanza Sul (18), Lunda Norte (17), Zaire (17), Namibe (16), Malanje (15), Cuando Cubango (14), Lunda Sul(9), Moxico (8) e Cabinda (6).

Frisou que a província de Luanda lidera a lista de projectos financiados, com 50, num montante de kz 2. 090. 792. 609,74.

Seguem-se o Bengo, com 12 projectos, equivalentes a Kz 445. 275. 516,07 e Huíla com 9 projectos, num montante de Kz 304. 971. 550.

Segundo a secretária de Estado, entre os sectores referentes aos projectos desembolsados, constam a agricultura, com 34 projectos, pescas (12), indústria transformadora (10), pecuária (10), resíduos sólidos e Turismo, com 3.

Dalva Ringote fez saber que as acções de formação e capacitação, iniciadas a 30 de Maio e levadas acabo pelo Instituto Nacional de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas (INAPEM) continuam, como é o caso do Projecto Envolver, que visa o reforço das competências dos diferentes actores e intervenientes do processo de acesso ao financiamento, que conta com uma participação de 250 formandos, provenientes de inscritos pelos 11 bancos (públicos e privados).

Em relação à Iniciativa Mais Cidadania, desenvolvida com o Instituto Angolano da Juventude (IAJ), que busca o fortalecimento das capacidades dos jovens empreendedores de todo país, foram capacitados até ao momento 2 300 jovens empreendedores de 12 províncias.

Quanto ao Programa de Reconversão da Economia Informal (PREI), assegurou que o Governo está a trabalhar para garantir que os níveis de informalidade atinjam patamares mínimos.

O PREI prevê resgatar 65% do desperdício de receita da economia informal, estimada em 40 mil milhões de dólares.

Governo anunciou em Abril deste ano a reestruturação do Projecto de Apoio ao Crédito (PAC) para financiar a produção nacional e, numa primeira fase, estão disponíveis 41 mil milhões kz.

O Projecto de Apoio ao Crédito (PAC), inserido no Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição de Importações (PRODESI), foi reestruturado para aumentar os financiamentos a projectos que têm tido dificuldades para obtenção de crédito.