Connect with us

Sociedade

Ordem dos Pastores apresenta posição sobre processo disciplinar contra procurador Luís Bento Júnior

Published

on

A Ordem dos Pastores de Angola promete se pronunciar nesta quinta-feira, 30, em relação ao processo disciplinar contra o Procurador do Ministério Público, Luís Bento Júnior, por alegada incompatibilidade com o exercício do cargo de pastor.

Sem gravar entrevista, o Pastor Presidente da Ordem dos Pastores de Angola, Vicente Lubrano, disse que a posição daquele colégio será conhecida hoje depois da reunião dos seus membros.

Vale recordar que o Ministério Público negou ter constituído arguido o procurador Luís Bento Júnior, mas sobre a constituição de arguido.

Fonte bem posicionada da Procuradoria-Geral da República que falou sob anonimato, disse ao Correio da Kianda que “a informação de que o Procurador Luís Bento Júnior tenha sido constituído arguido não corresponde com a verdade, embora reconheça que, existe incompatibilidade. À luz da Constituição da República de Angola o Magistrado quer judicial ou do Ministério Público não está proibido de exercer qualquer religião, mas, não pode ser líder, pastor, tal como numa empresa pode ser sócio, mas, nunca poderá exercer cargo de gerente, administrador da empresa”.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.