Connect with us

Destaque

Oposição apela calma aos militantes

Published

on

O apelo surge devido ao clima que se instalou, depois das reclamações e declarações feitas, publicamente, pelos líderes dos referidos partidos em função dos resultados provisórios das eleições de 23 de Agosto, apresentados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE).

Apesar de manifestarem algumas inquietações, os representantes destas formações políticas, na província do Huambo, reconheceram o civismo demonstrado pelos eleitores no dia 23 do corrente.

Na ocasião, o secretário da UNITA, Liberty Chiyaka, reiterou o compromisso do partido em respeitar a vontade dos eleitores expressa no voto, porém exige que a CNE faça o apuramento dos resultados através das actas operacionais, em conformidade com a Lei.

“É preciso calma e esperança, pois o processo de reclamação está a decorrer dentro dos trâmites legais, nas instituições de direito”, aconselhou.

Por sua vez, o secretário da CASA-CE, Almeida Daniel, pediu aos militantes da coligação a observarem os princípios democráticos, evitando actos de intolerância, para deixarem um bom legado para as próximas eleições gerais no país.

Quem também apelou calma aos militantes foi o secretário do PRS, António Selende, pedindo espírito patriótico.

Já o secretário da FNLA, Sérgio Afonso, mostrou-se optimista com relação ao desfecho do processo, tranquilizando, por isso, os militantes a continuarem calmos e a não fomentarem a desordem.

Foram unânimes em afirmar que o país deve estar acima de qualquer interesse partidário e que “perder ou ganhar um pleito não é o fim”.

Terça-feira a CPE divulgou os dados definitivos das eleições gerais, na província do Huambo, confirmando a vitória do MPLA com 347 mil e 763 votos, seguido da UNITA com 213 mil e 858 votos, elegendo dois deputados.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas