Connect with us

Economia

“Operação Baixa de Preços” força comerciantes a diminuírem preços dos produtos

Published

on

O comunicado da Autoridade Nacional de Inspecção e Segurança Alimentar (ANIESA) enviado ao Correio da Kianda informa que no âmbito da “Operação Baixa de Preços”, foram efectuadas 60 visitas a estabelecimentos comerciais do município de Cacuaco, em Luanda, tendo sido constatadas 80 infracções, das quais 45 resultaram em notificações.

“As notificações resultaram da falta de estrutura de cálculos de preços, factura de aquisição e processo de importação”.

De acordo com a nota, os produtos que viram os preços diminuírem são a fuba de milho (integrada) de 25 quilos, que custa agora 13.700, contra 14.200 kwanzas anteriores. O feijão (Tio Lucas 10 kg) que antes era vendido a 11 mil abaixou para 10 mil kwanzas. A farinha de trigo (Primeira 50 kg) é comercializada ao preço de 24.500 contra os anteriores 24.900 kwanzas, enquanto o açúcar (Terios 50 kg) abaixou para 26 mil, registando uma redução de 500 kwanzas.

Em função disso, aponta a nota, foram registados dez casos confirmados de especulação e 20 com fortes indícios de especulação. Os casos de especulação foram encaminhados para o Serviço de Investigação Criminal (SIC) para o devido tratamento. O SIC recebeu ainda casos ligados à falsificação de documentos, violação fiscal, expatriamento ilícito e branqueamento de capitais. As actividades inspectivas durante a semana finda, resultaram na baixa de preços com uma variação de 400 a 1.000 kwanzas.

“A ANIESA solicita a máxima colaboração dos consumidores na denúncia de casos de subida de preços sem justificação plausível”, refere a nota.

Os comerciantes que estiverem à margem da lei são aconselhados a abaixarem os preços dos produtos da cesta básica, sob pena de lhes ser instaurado processos-crime de especulação pelos Serviços de Investigação Criminal (SIC) e administrativos, cujas multas podem chegar entre um milhão e 500 mil kwanzas.

Colunistas