Connect with us

Politica

ONU: João Lourenço destaca programas de combate à pobreza em Angola

Manuel Camalata

Published

on

O Presidente da República, João Lourenço, discursou, nesta sexta-feira, 18, na reunião da ONU, realizada em ambiente virtual, durante a qual destacou os programas de combate à pobreza, em curso no país, como parte do cumprimento da agenda 2030 daquele organismo internacional.

João Lourenço iniciou a sua intervenção olhando para os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, enquadrados na agenda 2030 da ONU, e que devem ser alcançados por todos os países.

“O primeiro Objectivo do Desenvolvimento Sustentável foi definido como sendo a erradicação da pobreza, facto que ganha muito mais importância depois dos fundamentos da economia mundial terem sido fortemente abalados por este forte choque negativo provocado pela covid-19”, disse.

Durante a sua intervenção, na reunião virtual, o Chefe de Estado garantiu que o seu governo está engajado no cumprimento dos programas de combate à pobreza e a elevação do bem-estar e da qualidade de vida das populações, integrados nos 70 programas de acção do plano de desenvolvimento nacional de Angola, em curso de 2018 a 2022, tendo referido que 36 destes programas “têm incidência sobre a meta de eliminação da pobreza extrema e da redução da pobreza multidimensional”.

Segundo João Lourenço, as transferências monetárias às famílias carenciadas, a inclusão produtiva, a ampliação das infra-estruturas e da oferta de bens e dos serviços sociais, constituem exemplos dos programas sociais em curso em Angola.

No capítulo da empregabilidade, o presidente realçou que apesar das dificuldades financeiras que impedem a admissão de novos agentes na função publica, nos últimos dois anos foram admitidos 29 mil cidadãos no sector da educação, ao passo que na saúde o número foi de mais de catorze mil e seiscentos profissionais.

João Lourenço informou estar em curso, em Angola, um programa de aceleração da agricultura e pesca familiar, com vista a diminuir o impacto dos níveis de desemprego e a aumentar os níveis de rendimento das populações.

No que a agenda 2030 diz respeito, o presidente prometeu que o seu governo vai intensificar as iniciativas para o alcance de maior número possível das metas, mobilizando para o efeito, toda a sociedade angolana para o que chamou de “uma verdadeira década de acção em prol do desenvolvimento sustentável”.

João Lourenço terminou a sua intervenção prometendo, igualmente, que o governo angolano vai continuar a trabalhar para a concretização dos objectivos à que se propôs, e para a melhoria das condições de vida e do bem-estar do povo angolano.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (77)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (15)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2020 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD