Connect with us

Economia

ONU pondera aliviar dívida externa de Angola e de outros países mais pobres

Published

on

A Organização das Nações Unidas (ONU) quer ajuda urgente do alívio do G20 na negociação da dívida externa contraídas pelos 54 países em desenvolvimento em incluindo Angola, onde vivem mais de 50% dos mais pobres do mundo. O objectivo, segundo aquele organismo internacional, é de promover o desenvolvimento dessas regiões.

Para o programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), a reestruturação não pode esperar por queda nas taxas de juros ou início de recessão global. Na lista, além de Angola constam ainda três nações africanas de Língua Portuguesa, nomeadamente, a Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

A agência da ONU destaca os efeitos das respostas do governo à recente crise econômica e alerta para os possíveis impactos.

O documento também apresenta uma série de acções políticas para a reestruturação da dívida que podem ajudar a conter os efeitos do endividamento.

Se essas economias não tiverem acesso a uma reestruturação efectiva, a pobreza aumentará e não haverá os investimentos necessários em adaptação e mitigação climática, principalmente, porque entre os países mais propensos ​​à dívida estão 28 das 50 nações mais vulneráveis ​​ao clima do mundo, sublinha agência da ONU.

O chefe do PNUD, Achim Steiner, explica que os 54 países da relação representam pouco mais de 3% da economia global. Segundo ele, não se pode “dar ao luxo de repetir o erro de fornecer muito pouco alívio, tarde demais, na gestão do fardo da dívida das economias em desenvolvimento”.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *