Connect with us

Sociedade

Onda de ataques de jacarés preocupa autoridades do Cuando Cubango

Published

on

São frequentes os ataques de jacarés que têm ocorrido na província do Cuando Cubango, e que têm terminado de forma trágica, com mortes de pessoas, sobretudo mulheres e crianças.

O mais recente caso registado foi o ataque, na quarta-feira, 18, em que uma jovem de 30 anos perdeu o braço direito, e está em recuperação no Hospital Geral do Cuando Cubango.

A jovem, entrevistada pela televisão pública, relevou que foi num dos rios da Aldeia do Soba Matias, no município do Menongue, enquanto lavava roupa, que se viu surpreendida por um jacaré que a pretendia devorar, no momento em que ela tomava banho.

Com o animal lutou durante 20 minutos, até o irmão mais novo e o seu sobrinho apareceram e com um martelo bateram no animal e este largou a jovem mulher, levando consigo o braço direito.

Outra vítima que também deu entrada naquele hospital é uma menina de nove anos, atacada no momento em que foi ao rio com a mãe, no município do Cuxe, e deixou-a com ferimentos graves nos membros superiores.

O médico Inácio Dala, disse que Idalina Câmia recupera de forma satisfatória do tratamento cirúrgico a que foi submetida no Banco de Urgência do HGCC, pelo que nos próximos dias deverá receber alta.

O ataque de jacarés nos rios do Cuando Cubango é frequente. No rio do Soba Matias, onde a jovem Idalina foi atacada, um militar das Forças Armadas Angolanas foi também vítima de jacarés e acabou por perder a vida.

Os animais domésticos, como bois, vacas e porcos, também não têm sido poupados.

Os serviços de Protecção Civil e Bombeiros da província têm registado 77 casos de ataques perpetrados por jacarés, leões e hipopótamo, facto que preocupa as autoridade locais